terça-feira, 25 de outubro de 2011

SENTIDOS



É impressionante como os sentidos são pouco explorados, apenas para as suas funções comuns, restritos por regras... São essas as diversas que nos impedem de sermos mais felizes ou amenos pensarmos que somos. É bom perceber o quanto podemos diversificar os próprios sentidos, os utilizando de formas diferentes das já habituadas. Que exercício bom o de conhecer algo novo dentro de algo que “pensamos” conhecer por completo, o nosso corpo.

A cada nova descoberta é perfeitamente perceptível o quanto estamos apenas na pequena ponta do grande iceberg de possíveis e viáveis métodos de tocar o coração do próximo, de fazer enxergar em si próprio as inúmeras possibilidades de tudo !
Um olhar penetrante congela o expectador, o fazendo sentir-se inocente de novo, é algo como fazê-lo acreditar que o sonho que sonhou um dia será possivel de algum modo e que nem tudo está perdido. Existe sim algo que nos permite sonhar, sofrer ou esquecer... Mas será que é isto que queremos ou precisamos ? Não importa ! Sem perceber estará feito e então será preciso encarar as conseqüências... ou não, afinal sejamos livres pra sofrer ou não tais conseqüências, para aceitar ou não a própria realidade.
A busca infinita pela felicidade, ou prazer poderá estar sempre diante de nós através de imagens, historias, sorrisos, são inúmeras as possibilidades, mas é preciso utilizar os sentidos de várias maneiras ou tudo passará despercebido pelos sentidos habituais, será necessario usar o tato do nosso olhar, o olfato dos nossos ouvidos, o olhar do nosso paladar...

Um comentário:

  1. oi grazy boa postagem fikou boa sua materia
    bjus da sua prima danihh

    ResponderExcluir