sexta-feira, 15 de abril de 2011

Quando o peito inflama, a alma chora, o ar impuro fere os pulmoes, e o poeta sem inspraçao sofre e cala seu coraçao.

A ausencia da ilusao é a terminaçao fisica do amor, e faz a olhos sangrar ao derramar sua dor.

Naille Vezolli

Nenhum comentário:

Postar um comentário