domingo, 13 de março de 2011

Simone de Beauvoir




Simone de Beauvoir é a nossa personalidade especial de hoje, mais uma entre tantas que destaca-se por não ser o convencional, por transpor barreiras com suas ideias e condutas.
Nascida em Paris, França em 1908. Simone em 1929 já era formada em matemática, letras e filosofia, nesta época conheceu Jean Paul Sartre, que seria o seu companheiro de toda vida. Inteligente e bem relacionada, Simone era escritora e feminista, acreditava que homens e mulheres poderiam ter um relacionamento diferente dos habituais.
Radical quando o assunto é que todos devemos seguir um padrão de vida, de amor, ou comportamento, Simone acreditava que devemos ser felizes como nos sentimos melhor. Publicou ao lado do companheiro a revista Les Temps Modernes, a qual permaneceu no núcleo intelectual da França por mais 25 anos. Ao longo de sua vida escreveu inúmeros romances que percorreram o mundo sugerindo e ilustrando a emancipação feminina, fato este que contribuiu e muito para a atual autonomia da mulher.
Mesmo sendo alvo da critica conservadora e hipócrita, Simone publicou vários livros, muitos verdadeiros best seller, estes que escandalizaram e esclareceram toda uma geração, além disso participou ativamente de movimentos socialistas. Sem filhos, dedicou toda a sua vida à causas ligadas ao pensamento intelectual, Simone morreu em Paris, 1986.

Simone era algo além da sua própria realidade, amante da liberdade e do amor, tinha seus próprios meios e métodos de sentir o amor e amar a vida, não pretendia que todos amassem como ela o fazia, apenas que respeitassem isso e que o mesmo acontecesse com todos, inclusive com as mulheres.



Nenhum comentário:

Postar um comentário