sexta-feira, 27 de julho de 2012

FALTA “PAZ” NA VIDA E LUZ NA FAVELA!


FALTA “PAZ” NA VIDA E LUZ NA FAVELA!

Indignação! Creio que é uma palavra que descreve sutilmente os sentimentos dos que compartilham do que houve nesta semana em Itaquera, São Paulo.

Refiro-me a favela da Paz, localizada próximo do futuro estádio do Corinthians, palco da abertura da Copa de 2014. Os moradores da comunidade integram o grande contingente dos que sofrem com as desapropriações do entorno do estádio e suas construções, e isto seria perfeitamente aceitável, não fosse os impactos sociais sofridos pelos ocupantes do espaço.

Tratados sem o mínimo de dignidade e respeito, vimos a comunidade ter a energia elétrica interrompida há três meses, por equipe da Eletropaulo escoltada por viatura da Polícia Militar, o que faz a comunidade desconfiar que possa ter havido interferência do subprefeito de Itaquera, que também é coronel da Polícia Militar. Se isto for confirmado significa a não realização do básico em sua função de prestar apoio e soluções ao dia a dia da população.

Está mais que na hora da população se enxergar como membro da sociedade que decide e define o que é melhor para o bem dos cidadãos. Mas a manipulação que acontece é tão grande e engenhosa que as pessoas aprenderam a não gostar de pobres, aprenderam a não se enxergarem como são. Somos estimulados todos os dias através de vários meios, que o bom de viver é ter coisas, e que isto nos carrega para felicidade que queremos comprar, e que nos habituamos a querer, assim não percebemos como podemos ser felizes a partir das necessidades de cada um, sem necessariamente precisar carros de luxo, mansões e ostentação desnecessária.

Enquanto alguns querem apenas um teto digno, transporte de qualidade perto de casa, trabalho decente e torcer por seu querido time de futebol... Outros querem as grandes riquezas do mundo, dinheiro e poder sobre as pessoas.

Um morador da favela da paz faleceu na semana passada, em um incêndio causado por uma vela.  Ele queria apenas iluminar a sua casa, que teve a energia cortada pela empresa, com a possibilidade de que esta ordem tenha partido de pessoas que visam  esses tantos poderes e riquezas do mundo.

Posso ser apenas mais uma utópica, sem me julgar como grande inovadora ou destemida em minhas atitudes e crenças, mas creio que mesmo sem ser uma grande estudiosa em certos assuntos, não é difícil perceber certas situações e suas causas e consequências extremas. E percebo claramente ser necessário não somente uma reforma de leis, mas de governantes, de humanização, e entendimento que população pobre não é lixo e merece o mínimo, pobres, também são trabalhadores e não querem esmolas, esperam OPORTUNIDADES, DIGNIDADE E RESPEITO, direitos estes, reservado a todos os cidadãos, é tão simples e lógico que chega a ser ridículo de exigir.

Autoridades que não tenham este respeito pelos cidadãos precisam ser banidas da vida publica, e uma seleção minuciosa acontecer, nós temos a nossa chance nessas eleições. Vamos usar a nossa maior arma, nosso voto, vamos votar em quem realmente se preocupa e realiza benfeitorias reais para a nossa população. Chega de palhaçada, Abra os olhos paulistanos!!!  

                                                                                               Por: Grazy Nazario.

Nenhum comentário:

Postar um comentário