quarta-feira, 3 de outubro de 2012

O Eterno Brilho da Estrela - Hebe Camargo

Quando não conseguimos dimensionar ou explicar algo, geralmente a vida nos ensina a aceitar, mesmo sem entender ou concordar, sempre foi assim e creio que por mais que o mundo evolua, e as coisas mudem, quanto a viagem desconhecida, a temida morte, pouco temos a fazer.

Nestes últimos dias o Brasil ficou de luto, Hebe Camargo, a eterna dama da televisão Brasileira fechou os olhos e pôs fim a um dos sorrisos mais conhecidos e simpáticos da televisão, seus fãs, amigos e parentes lamentaram, mas o inevitável aconteceu.

Não acredito ser difícil falar de alguém com tantos adjetivos, na verdade qualquer cidadão pode citar bons feitos e exemplos de batalha e luta protagonizada por Hebe Camargo. Ainda assim muitas pessoas podem ressaltar a ideia da morte nos presentear com algum prestigio e beneficiar a memoria de pessoas de grande visibilidade como a Hebe, e dizer que após a sua morte apenas seus bons momentos são recordados.

Diante desta ideia me perguntei que se não podemos nos recordar e nos presentear com bons momentos, boas ações, sorrisos e alegria, o que nos restará desta vida de luta e batalha, de que valerá a vida se não for dar as mãos e compartilhar felicidade com o próximo.

Hebe não foi apenas isto, além de ser um exemplo de alegria, prosperidade, sabedoria entre outros, esta grande mulher é exemplo de luta e força da mulher em si, mesmo sem transparecer em seu rosto, sabemos através de registros históricos o quanto sua batalha foi longa e o quanto foi vitima de preconceitos e descriminações que jamais saberemos, afinal Hebe era uma mulher de hombridade e preferiu nos poupar das piores cenas, nos presenteando com os melhores sorrisos e humor inigualável.

Exemplo, este é o maior adjetivo que emprego a esta mulher de tamanha grandeza e energia vital, em uma realidade dura e cruel Hebe Camargo virou seu próprio jogo, conduziu o seu destino, foi protagonista da própria vida e é fonte de inspiração e admiração para muitos.

Não apenas a eterna musa da televisão, sem desmerecer seu bom trabalho e sua bela e curta carreira de cantora, a grande apresentadora, simpática e cheia de amor nos olhos e em suas doces palavras, antes de tudo era uma mulher, e é para esta as minhas flores e agradecimentos.

Obrigado por erguer a bandeira da felicidade de querer e poder ser o que decidiu, de acreditar em você como mulher e batalhar pelo que acreditava ser o que te faria feliz, e você foi feliz, sei disso. Mesmo triste estou feliz por ter o prazer de falar sobre alguém tão ilustre e cheia de simplicidade, que transportava o amor e a gloria de viver em um só coração. Que Deus ilumine a sua alma, e o brilho de sua estrela seja eterno através do seu legado de luta, e que perdure pela eternidade da vida humana.



Nenhum comentário:

Postar um comentário