sábado, 17 de novembro de 2012

Poesia - Curioso de Amor


Descabimento Curioso
E quando me perguntares o que quero do amor
Direi de ti quero flores e cancões
Sorrisos e emoções
Sem condenações exijo teu beijo
E em teu corpo desejo
Espero momentos inesquecíveis enquanto finito
Nos teus braços meu abrigo
No teu colo um amigo
E enquanto sorri com olhos de esperança
Me encontro curiosa e sonho como criança
Quero no teu amor me perder
Viajar em você sem me conter
Entrelaçada de sensações desfalecer
Sob o som das batidas de seu coração.


Poesia por: Grazy Nazario.

Nenhum comentário:

Postar um comentário