sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Fora dos Trilhos!


Já dizia a minha avó que mentira tem perna curta, e que quando você faz alguma coisa errada, em algum momento a verdade aparecerá, afinal não estamos sozinhos, dependemos uns dos outros, e sempre, mas sempre mesmo terá alguém que abrirá a boca pra dizer o que supostamente não deveria. Os políticos brasileiros já deviam saber disso, ainda mais quando estamos falando de algo que envolve muitas pessoas, nestes casos ao andar fora dos trilhos dificilmente o segredo se perpetuará.

Na história da política brasileira são tantos os exemplos de corrupção que chega a ser vergonhoso, são propinas, lavagem de dinheiro, superfaturamento, entre outras mutretas que muitos praticam para se manter no poder, sim este danado de “poder” fascina as pessoas de verdade, e quando acompanhado por dinheiro se torna ainda mais interessante e irresistível.

Enquanto isso, continuamos a ser um gigantesco e rico país que mesmo com grandes avanços se mantém com umas das piores distribuições de renda do mundo, são pouquíssimos ganhando demais, outros muitos na miséria, e outro tanto de muitas pessoas (classe média c,d,e...) que nem sabe o quanto tem, sabe apenas que o que precisa pagar! São os números falando por pessoas reais.

Mesmo sabendo que a política é complicada e por muitas vezes difícil de entender, quando o assunto é dinheiro as pessoas se interessam,então falamos de milhões desviados do dinheiro que deveria ser revertido para a população, só assim para o povo abrir os olhos e ouvidos. Por este e outros motivos que é essencial o conhecimento e participação das pessoas na política, mas não adianta ir para a rua sem saber o que cobrar, é preciso ter conhecimento real do problema e saber o que exigir.

É no mínimo irônico um desvio de dinheiro em um transporte como o metro de São Paulo, que trata as pessoas de modo desumano. O principal motivo das manifestações dos brasileiros nos últimos meses é alvo de denuncias que apontam para um esquema que funciona á décadas, ou seja, se trata de um tipo de corrupção que é passada de um administrador para outro, como se fizesse parte da herança do cargo, ou o famoso dançar conforme a musica.

Não posso afirmar se isto se trata de jogo político ou não, o que podemos perceber é que cada vez menos podemos confiar em quem está no poder. As pessoas são corrompidas com uma facilidade incrível, como se ética e bom senso não fizessem parte do vocabulário do ser humano, e a lei do “mais esperto” fosse realmente uma lei!

Na briga entre Tucanos e Estrelas sofremos nós, o povo, estes que lutam e batalham para arrecadar e girar a economia, para que eles (os corruptos) continuem intactos em suas cadeiras douradas e depois façam seus acordos entre si, sempre castigando a população, praticando a politicagem de cada dia.

Na hora da verdade ninguém quer assumir nada, é o jogo do empurra e do “eu não sabia”, é o que rouba falando do que pega sem permissão. Na política brasileira filho chora e mãe não vê, e a população que paga o pato e a conta. As empresas compram licitações, superfaturam e no final, mesmo com provas e tudo o que tiver direito, nada acontece, precisamos de mudanças reais, porque brincar de faz de conta cansa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário