quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

Contagem Regressiva – Copa 2014

A copa do mundo é atualmente o evento mais esperado de 2014, e a cada dia intriga e preocupa mais os brasileiros, o tempo para o seu inicio segue em ritmo de contagem regressiva e a estrutura para receber o evento visivelmente não se sustenta, além da população que de diversas formas não se sente preparado para o evento tão esperado. A hora chegou, e a velha mania dos brasileiros de deixar para resolver problemas na ultima hora pode transformar o evento esportivo do ano no fiasco do século.

A menos de seis meses para o inicio da Copa do Mundo que este ano será realizado no Brasil, grandes obras que caminhavam a passos lentos na realização da estrutura do evento agora estão em ritmo de correria, e isto está acontecendo em relação a todos os aspectos relacionados a festa esportiva, os responsáveis se esquecem que para situações diferenciadas é preciso rigor e seriedade em sua administração.

Muitas vezes se tem a impressão de que o Brasil em vários aspectos não está preparado para a Copa do mundo, com sede em 12 cidades do país alguns setores de condição básica não estão sendo adaptados para tantos visitantes e delegações, muitas vezes sinto como se o evento fosse tratado como algo surreal e que os problemas se resolvessem sozinhas, mas não é assim, se trata de algo organizado e realizado por pessoas, e infelizmente inclinado a ter sérios problemas.

A estrutura básica que deveria ser revitalizada e beneficiada primeiramente para os brasileiros não recebe nenhum tipo de melhoria, até agora vemos poucas cidades que investiram no preparo de profissionais para garantir a segurança, ou saúde que é outro setor abandonado em questão do mínimo de qualidade para qualquer situação, seja simples ou grave, sem mencionar que em nada se percebe quanto ao transporte publico, vias publicas ou qualquer realização em prol de um transporte de qualidade, que melhore a vida dos brasileiros e receba bem os turistas. Está tudo a revelia.

Outros setores como os aeroportos também é motivo de preocupação, uma vez que, nem mesmo a demanda comum de passageiros está em ordem, é comum noticias quanto atrasos e problemas amadores neste setor, as obras prometidas em sua maioria se iniciam nas vésperas da festa e tem previsão de terminar sabe-se lá quando.

O tempo passa e percebemos como o evento ganha ritmo de coisa mal feita e desorganizada, ou como diz o ditado popular “feito nas coxas”, não existe disposição ou preocupação de nossos governantes para a realização de um evento de qualidade. O que existe é uma correria para finalizar os estádios que seguem por todo o Brasil com grandes índices de atrasos. Poucos são os que finalizaram ou que seguem cumprindo o prazo inicial.

No entanto, os estádios em geral é o que menos preocupa, na verdade ao contrário do que se pensa a Copa do mundo não é feita apenas com estádios, é imprescindível uma estrutura em torno do evento para que ele seja realizado com sucesso, e para o nosso desespero isso inclui as necessidades básicas com mais problemas no Brasil.

É preciso entender que um evento como este precisa de pessoas responsáveis e compromissadas de verdade. A população precisa ser preparada, orientada e beneficiada com a realização do evento, afinal o mundo está de olho no país que não cuida dos filhos da nação. É preciso enxergar os brasileiros e receber os visitantes com o mínimo de dignidade, ou continuaremos a ser apontado como o eterno país subdesenvolvido, desorganizado e corrupto de sempre.


Por: Grazy Nazario. MTB. 74588/SP.

Nenhum comentário:

Postar um comentário